esse ano eu sangrei. sangrei pelas veias, pelos orifícios de meu corpo, tive hemorragias internas. sangrei por todas as mulheres. vitimas de  ódio. sangramos juntas. continuamos sangrando. por tanto repúdio que nos ocorre para com o rancor desse machismo impetuoso. dessa opressão do sexo. da aniquilação do pensar. somos, porém,  embora, que, sangradas; somos nós mujeres que lutam. mujeres que renegam o padrão de comportamento da violência, não aceitamos a imposição do macho. não condizemos com a sociedade patriarcal. me uno a todas que fazem dessa luta, um propósito de igualdade, anti-patriacal. anti-capitalista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s